Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

quarta-feira, 13 de junho de 2012

No aniversário de Fernando Pessoa

 Obra de Gilmar Fraga

Um dia como hoje, 13 de junho, mas do ano 1888, nasceu o poeta português Fernando Pessoa. Ele era um e era muitos poetas. Como??? Isto fica para ser esclarecido um dia qualquer.

Por enquanto (quer dizer, "por ahora"), leiamos estes versos de Alberto Caeiro, um poeta inventado por Pessoa. Há mais, hein!


Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver no Universo...
Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não, do tamanho da minha altura...
Nas cidades a vida é mais pequena
Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro.
Na cidade as grandes casas fecham a vista à chave,
Escondem o horizonte, empurram o nosso olhar para longe de todo o céu,
Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que os nossos olhos nos podem dar,
E tornam-nos pobres porque a nossa única riqueza é ver.