Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Aquarela do Brasil



Aquarela do Brasil (conhecido como Watercolor of Brazil em inglês) é um curta-metragem estadunidense de animação de sete minutos, presente em Saludos Amigos, o sexto longa-metragem de animação dos Estúdios Disney, lançado em 1942. Vejam só: O compositor Ary Barroso escreveu a canção "Aquarela do Brasil", que dá o título ao filme, em 1939!

Faz parte do quarto e último segmento de Saludos Amigos, e mostra, pela primeira vez, o personagem do papagaio Zé Carioca, criado especificamente para este filme. O desenho mostra Zé Carioca apresentando o samba - através das canções "Aquarela do Brasil" e "Tico-Tico no Fubá" - e a cachaça ao Pato Donald na visita deste ao Brasil.





sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Boas festas!



Com a ajuda de Nuno Miguel Martins, autor do nosso cartão de Natal, o Professor deseja-vos umas Boas Festas.




Uma escrevedeira-das-neves



escrevedeira-das-neves não é uma espécie típica da Península, mas por vezes chegam algumas para invernar.

A Wikipédia diz-nos que se distribui pelas regiões árcticas da América, da Europa e da Ásia. No Inverno migra  para latitudes mais temperadas e no caso da Europa a sua principal zona de invernada situa-se na Europa Central (...) 

A Península Ibérica situa-se longe dos principais locais de invernada e a espécie é muito escassa em Portugal

Isidro Vila Verde conseguiu esta bela fotografia de uma escrevedeira na foz do rio Douro e fica claro porque é que a  intitulou-"Retrato de uma raridade".

O nome científico da escrevedeira-das-neves é Plectrophenax nivalis e também a podemos ver às vezes no nosso país, onde recebe o nome comum de escribano nival.




quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Paulo Galvão desenhou


Jet 


 

Peixelim

Dois desenhos de Paulo Galvão.



A Mônica escreve a carta ao Papai Noel


Se a Mônica fosse portuguesa, escreveria ao Pai Natal, como podem ler em baixo.

Pai Natal (português europeu) ou Papai Noel (português brasileiro) ("Noël" é natal em francês) é uma figura lendária que, em muitas culturas ocidentais, traz presentes aos lares de crianças bem-comportadas na noite da Véspera de Natal, o dia 24 de dezembro, ou no Dia de São Nicolau (6 de dezembro).


(Fonte do texto: Wikipédia)


Para saber da Mônica:  Turma da Mônica



"quando o melaço" (Arlindo Barbeitos)


Depois de ler estes versos, até dá vontade de provar, não acham?

quando o melaço
escorre pelas pontas sem forma
quando o aroma do mel quente atrai as abelhas
quando as manchas pretas
no fundo amarelo
lembram o leopardo

então
come-se a banana devagarinho
lambendo os dedos depois

Arlindo Barbeitos



Arlindo Barbeitos é um poeta angolano. A sua poesia tem reminiscências da poética tradicional africana, de tradição oral, e das poesias chinesa e japonesa.


Nota. O melaço é resultante da etapa de centrifugação ou de decantação, no processo de fabricação de açúcar (em espanhol é "melaza").



As nuvens no céu parecem carneirinhos...





Tudo isto é Natal - Rádio Comercial



Pedimos emprestado à Rádio Comercial este vídeo para vos desejar um Feliz Natal. Como desejamos todos que o Ano Novo fosse diferente deste, não é verdade?



quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

De Esperanza fomos até Esperança

 Rua da Esperança em Arronches (Fotografia de A.C.M.)

Estavam os alunos do 1º D a praticarem isto:

-Como se chama o teu pai?
-O meu pai chama-se... 

-Como se chama a tua mãe? 
-A minha mãe chama-se...

A mãe de um dos alunos, o Carlos, chama-se Esperanza. Não é um nome frequente em português, e eu lembrei-me de uma aldeia chamada Esperança, no concelho de Arronches, muito perto de Badajoz.

Damos uma voltinha?



Igreja de Nossa Senhora da Esperança 

Situada na sede da freguesia de Esperança, a 11 Km da sede de Concelho e perto da Fronteira espanhola localiza-se um templo do século XVI, reconstruido no século XVIII. Uma pequena torre sineira ergue-se ao lado direito com duas pirâmides de catavento de ferro. Tem uma só nave, capela-mor e dois altares laterais. A capela-mor é coberta por um pequeno zimbório, ou "meia laranja" pintado à cola no gosto do século XVIII. Existe um pequeno baptistério do lado do evangelho.


 Serra dos Louções -Esperança - (Arronches) - Lapa dos Gaviões

É o mais decorado dos abrigos rupestres existentes nesta zona. Foi descoberto por Aurélio Cabrera e estudado pelo grande Abade Breuil (1916). Quatro paineis decorados em diversas cores do vermelho ao amarelo. Entre as figuras destaca-se o grupo de três ramiformes. Interessante figura animal já interpretada como rinoceronte, bovideo e javali.

(Fotografias e dados de Emílio Moitas)



Dois ditongos nasais




Ai, que felicidade!



Faltam dois dias para as férias do Natal. O que acham deste desenho? Vocês vão fazer isso nalgum dos próximos dias, acho eu.

Tiago Elcerdo é o autor desta ilustração publicada na Revista São Paulo (Folha de S.Paulo).


Vantagens da leitura




O Armazém do Educador tem um ótimo material que nos dá muito jeito neste blogue.

Alguém de vocês vai pedir algúm livro (especial) aos pais nestes dias? Ao Pai Natal? (em Portugal os Reis Magos não trazem nada às crianças).




terça-feira, 18 de dezembro de 2012

O Rossio nestes dias de dezembro


A Praça de D. Pedro IV, mais conhecida pelo seu antigo nome de Rossio, constitui o centro nevrálgico de Lisboa. No centro da praça, ergue-se a estátua de D. Pedro IV, vigésimo-oitavo rei de Portugal e primeiro imperador do Brasil independente.

Quem quiser saber mais alguma coisa e ver mais fotografias do Rossio, pode clicar aqui.

Fotografia de Lisboa live.

O equilibrista de SÓLIDOS (Pedro Hamdan)



Pedro Hamdan intitula assim este desenho dele:  O equilibrista de SÓLIDOS. Há mais desenhos deste autor no blogue. Podem pesquisar na caixa da parte superior.





segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Uma receita de mousse de manga fresca


Uma bonita receita para uma sobremesa para 8 pessoas: Mousse de manga fresca. Uma ideia para as férias do Natal. A árvore que dá as mangas é a mangueira. Não gostavam de provar?

Como a receita é brasileira, temos uma geladeira e não um frigorífico, mas é a mesma coisa, claro.


Ingredientes

• 2 mangas descascadas e picadas
• 2 1/2 colheres (sopa) de mel
• 2 colheres (sopa) de suco de limão
• 300 ml de creme de leite fresco
• 2 claras


Modo de preparo

Prep: 20 min 

1. Bata a manga, mel e suco de limão. Bata o creme de leite até virar chantili e misture ao purê de manga. Bata as claras em neve e junte ao mousse, misturando delicadamente até ficar homogêneo.

2. Leve à geladeira até a hora de servir.


Para saber um pouco desta fruta:
A manga é o fruto da mangueira, árvore frutífera da família Anacardiaceae, nativa do sul e do sudeste asiáticos desde o leste da Índia até as Filipinas, e introduzida com sucesso no Brasil, em Angola, em Moçambique e em outros países tropicais.




Praticando o ditongo "ão"



Num blogue de uma escola básica da Golegã, Os Sete Anões, encontrámos isto que vamos usar agora para vocês praticarem este famoso ditongo da língua portuguesa. Não podemos fugir dele. Quem aprende português encontra uma e outra vez, não é verdade?


Praticando o ditongo "ão"

O João papa o feijão? - Guilherme Cardoso
O Sebastião viu um anão. - João
É o pavão? - Guilherme Morais
O João viu o avião. - Maria Francisca
O João Ratão come o pão. - Carlota
O pai ama a mãe e o Sebastião. - Sebastião
O João come a papa. - Maria
O Sebastião viu um anão. - David
O Vitó vai de avião. - Laura
A Cátia cuidou da cauda do camaleão. - Andreia
O Tomás vê o cão. - Tomás
A mãe ama o João. - Beatriz
A mão é do anão. - José
É o pai, o pão e o André. - André
O João come o feijão. - Carolina
O camaleão come o pão e o feijão. - Tatiana
A avó vê o avião. - Bárbara
O João Feijão papa o pão. - Cátia
O camaleão come o pão. - Ana Luísa
O João é da Golegã. - João Mendes
O pai anão tem um cão. - Duarte
O pavão papa pão. - Pedro
O António vê o pavão. - António


Outras mensagens no blogue com este ditongo:



Dois ditongos nasais

Vamos lá praticar os ditongos nasais com o João!

O chão e o pão (Cecília Meireles)


sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Pão e poesia (Simone)


Mais música nesta sexta-feira. Agora do Brasil: Pão e poesia é uma bonita canção da cantora Simone. Ouçam, ouçam, vamos lá cantarolar...

Porque a etiqueta "Alegrias várias" desta mensagem? Esta canção põe-me de bom humor, a música é tão alegre, não acham?


PÃO E POESIA

Felicidade
É uma cidade pequenina
É uma casinha, é uma colina
Qualquer lugar que se ilumina
Quando a gente quer amar

Se a vida fosse trabalhar
Nessa oficina
Fazer menino ou menina
Edifício e maracá
Virtude e vício
Liberdade e precipício
Fazer pão, fazer comício
Fazer gol e namorar

Se a vida fosse o meu desejo
Dar um beijo em teu sorriso
Sem cansaço
E o portão do paraíso
É teu abraço
Quando a fábrica apitar

Não há passagem
Entre o pão e a poesia
Entre o quero e o não queria
Entre a terra e o luar
Não é na guerra
Nem a saudade
Nem futuro
É o amor no pé do muro
Sem ninguém policiar

É a faculdade de sonhar
É a poesia que principia
Quando eu paro de pensar
Pensa na luta desigual
Na força bruta, meu amor
Que te maltrata
Entre o almoço e o jantar

O lindo espaço
Entre a fruta e o caroço
Quando explode é um alvoroço
Que distraiu o teu olhar
É a natureza onde eu apareço
Metade da tua mesma vontade
Escondida em outro olhar
E como doce
Não esconde a tamarinda
Essa beleza só finda
Quando a outra começar
Vai ser bem feito
Nosso amor daquele jeito
Nesse dia é feriado
Não precisa trabalhar

Pra não dizer
Que eu não falei da fantasia
Que acaricia o pensamento popular
O amor que fica entre a fala
E a tua boca
Nem mesmo a palavra mais louca
Consegue significar felicidade

Felicidade
É uma cidade pequenina
É uma casinha, é uma colina
Qualquer lugar que se ilumina
Quando a gente quer amar







Natal nas ruas de Lisboa


Iluminação de Natal na Rua Garrett de Lisboa, no Bairro Alto.





Stancha (Travadinha)



De certeza que  nunca escutaram música de Cabo Verde. Vamos com António Travadinha.

Para além do violino,  ele tocava também maravilhosamente bem viola (guitarra de 12 cordas), cavaquinho e violão. Travadinha, como era conhecido, interpretava géneros musicais tradicionais de Cabo Verde, tais como mornas e coladeiras.



A ilha de Santo Antão, onde nasceu Travadinha,
é acessível unicamente por via marítima 


quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

"Imaginação é mais importante que conhecimento"

'Transfiguração', fotografia do artista brasileiro Sócrates Magno Torres (Obvious)


"Imaginação é mais importante que conhecimento" 

Albert Einstein


 Já viram em que se transforma o arame farpado? Imaginação, como diz esse científico de que vocês terão ouvido falar alguma vez.





quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

O diretor Manoel de Oliveira fez 104 anos!


O diretor de cinema português Manoel de Oliveira fez ontem 104 anos. Leram bem, 104 anos. E continua a trabalhar: o último filme dele, O Gebo e a Sombra, é deste ano, como podem ver.

Uma boa notícia, não é? Manoel de Oliveira é o mais velho diretor de cinema no ativo do mundo. Isso é paixão pelo cinema.


Aqui, uma mensagem do blogue dos vossos colegas mais velhos quando ele fez 102 anos.





Alegria de ser criança (Ernani Knupfer)


Não é um Postal do Brasil porque a fotografia foi tirada em Londres, mas o autor, Ernani Knupfer é de São Paulo, e é por isso que se publica aqui. E o título é esse mesmo, Alegria de ser criança.

De certeza que a fotografia não foi feita no inverno!




segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Cuidado com a palavra 'pai'!


Alguns alunos, a partir da palavra mãe escrevem "pãe", que não existe, é claro. Temos a palavra mãe (ditongo nasal) e a palavra pai (ditongo oral) não há "pãe" (temos, sim, pães, que é o plural de pão).

E o pai e a mãe são os pais: os meus pais, os teus pais, os pais deles...




E por outro lado, temos o pão e os pães. Cuidado! (também praticaremos na sala de aula a pronúncia destas palavras todas no próximo dia)


Isto é um pão




Isto são dois pães



Todos nós gostamos de ler

Fonte: Armazém do Educador




quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Upa, neguinho (Elis Regina)

Upa, neguinho! - Fotografia de Usrud Maia

Uma das canções mais bonitas da música brasileira, composta por Edu Lobo, e cantada aqui por Elis Regina é Upa, neguinho! Espero que gostem dela!


UPA, NEGUINHO!

Patapatri tri tri tri tri
Tri Badabá!...(3x)

Upa, neguinho na estrada
Upa, pra lá e pra cá
Virge!
Que coisa mais linda!
Upa neguinho
Começando a andar
Começando a andar...

Upa, neguinho na estrada
Upa, pra lá e pra cá
Virge!
Que coisa mais linda!
Upa neguinho
Começando a andar
Começando a andar...

Começando a andar
E já começa apanhar...

Cresce, neguinho
E me abraça
Cresce e me ensina a cantar
Euuuuuuuu
Vim de tanta desgraça
Mas muito te posso ensinar
Mas muito te posso ensinar...

Capoeira!
Posso ensinar
Ziquizira!
Posso tirar
Valentia!
Posso emprestar
Mas liberdade
Só posso esperar...

Patapatri tri tri tri tri Tri Badabá!...(3x)







Qual "camareiro"? Empregado de mesa!

Fotografia de Jonas Batista na cidade do Porto, junto ao famoso café Majestic.


É verdade que há muitas palavras terminadas em -eiro/-eira em português que se correspondem com palavras terminadas em -ero/-era na nossa língua (bombeiro, carpinteiro, enfermeiro/a, primeiro/a, terceiro/a, palmeira, maneira, madeira, solteiro/a...), mas eu disse que uma das mais elementares exceções era a palavra empregado de mesa. Cuidado com os "camareiros"! Não há em Portugal!

Já sabem aqueles que ainda tenham esta palavra na cabeça. Podem esquecer e aprender como é que se diz:

empregado/a de mesa (ou empregado/a)

Ah, e aqueles que trabalham ao balcão (cuidado! falso amigo, "mostrador") de um bar, uma pastelaria... Não há problema: empregado/a de balcão (ou simplesmente empregado/a).


Os gritões de Nara Isoda


primeiro gritão



Nara Isoda é brasileira, mas os pais dela são japoneses. Nesse imenso país que é o Brasil há gente de todas as partes do mundo, e muitos deles vieram do Japão. As feições deles são orientais, boa parte da sua cultura está muito ligada à japonesa, mas são brasileiros e falam português.

Nara desenha,  pinta, faz colagens e fotografia,  dança... Ela própria conta-nos como nasceram estes gritões: "em meados de junho de 2011. Espontaneamente. Eles são assim porque o mundo está todo errado".

Quem quiser ver mais coisas da Nara, pode clicar aqui, é um link do blogue dela. E até podem conhecer como é que ela é. Acho que não vão ter problemas para a reconhecer. A Nara ilustrou um livro intitulado Rimas e adivinhas.


Gritão com tangerina

Pergunta-nos a autora: "O que será que o gritão vai fazer com esta tangerina? a) jogar basquete b) enfiar em sua boca c) dar de presente d) chá de tangerina"



Gritão da cara azul


Gritona da blusa vermelha



terça-feira, 4 de dezembro de 2012

"Guardate questa bicicletta"

 Fonte: Língua portuguesa - FB

Isso é italiano. Em português diríamos: "Olhem para esta bicicleta"

A criativa transformação de uma palavra. Com dois "t", pois está escrita em italiano. Em português, é apenas com um: bicicleta.

Vocês gostam de andar de bicicleta?



África não é um país!

Fonte: nchenga 


Pois, África não é um país, isso vocês sabem muito bem. Mas sabem como é grande este continente? Para se fazerem uma ideia, reparem na imagem: todos os países que cabem dentro da África, alguns deles tão extensos como os Estados Unidos, a China e a Índia! E há maís países...


E vejam aqui uma mensagem já publicada em Olá! Como estas?: "A Europa cabe no Brasil". Vale a pena.




segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Bom dia?



Acontece todos os dias. O menos que se pode fazer é cumprimentar, não acham? Não custa nada, e até se agradece. Mas, às vezes, algumas pessoas não reagem muito bem, parece....

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Campo Maior - Badajoz 14



Campo Maior. Aqui ao pé de Badajoz, apenas 14 km, como lemos no letreiro. Vale a pena dar uma volta por esta bonita vila alentejana.


Fotografia de Moacir de Sá Pereira.




quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Crianças brincando de roda


Uma roda animada de crianças no povoado de Unha de Gato, que fica no estado brasileiro do Maranhão. A fotografia é de Frei Lucas Brägelmann

Será que as alunas da turma brincaram desta maneira ou já se terá perdido esta maneira de se divertirem as crianças?


terça-feira, 27 de novembro de 2012

Os talheres


Se vemos isto, já sabemos que aí ou perto daí vamos poder comer alguma coisa. Cá estão os talheres (garfo, faca e colher) preparados para uma refeição saudável, como devem ser as refeições.