Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

sexta-feira, 27 de março de 2015

Até à volta!



Despeço-me de todos vocês até ao dia 7 de abril, primeiro dia de aulas do último período. Aproveitem as férias e, já sabem, não se esqueçam de ler.

Música para a despedida: o cantor portuense Sérgio Godinho canta O galo é o dono dos ovos, acompanhado por outro cantor portuense, que vocês conhecem do livro: Rui Veloso.


O GALO É O DONO DOS OVOS

O galo é o dono da casa
a galinha, da cozinha
ou se porta direitinha
ou apanha com a asa
que o galo é o dono da casa

O galo canta de galo
a galinha, cacareja
e o pintainho deseja
o fim de tanto badalo
e o galo canta de galo

O galo come faisão
a galinha é quem o assa
e o pobre do pinto passa
passa uma fome de cão
e o galo come faisão

O galo é o dono dos ovos
a galinha é quem os bota
e o pinto é compatriota
da miséria de outros povos
que o galo é o dono dos ovos

Por mais que cante de galo
o galo está a dar o berro
é que nem com mão de ferro
faz do pinto seu vassalo
por mais que cante de galo

Anda amarelado o galo
como a gema que o pariu
o sol nunca lhe sorriu
quanto ao pinto, é um regalo
não há sol que não o tisne
o galo canta de galo
para o pinto é o canto do cisne






E aquí uma das outras duas canções de Sérgio Godinho que temos no blogue: "Canção dos abraços".