Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Elvas - O cavaleiro que foi buscar o estandarte a Espanha

Fotografia de Emílio Moitas

Elvas tem por armas um homem a cavalo, armado com uma lança na mão direita da qual pende uma bandeira com as quinas de Portugal e em roda do escudo uma legenda. Essa legenda escrita em Latim tem como significado:

“Guardai-nos Senhor como às pupilas dos Vossos olhos”.

Diz a lenda que a origem destas armas foi o feito heróico do cavaleiro Gil Fernandes de Elvas que havia decidido ir a Badajoz e de lá trazer a bandeira real. Assim o fez. Mas, vindo uma multidão de cavaleiros castelhanos atrás dele, os cavaleiros de Elvas não abriram as portas do castelo.

Então Gil Fernandes disse:

-“ Morra o homem e fique a fama!”.

Levantando a bandeira por cima da muralha para dentro da cidade, fez frente aos inimigos. No entanto, morreu em desigual luta a matar castelhanos.

Dizem outros que o cavaleiro não é Gil Fernandes, mas D. Sancho I, no acto de tomar Elvas aos Mouros.

Cíntia Nunes
Raquel Baptista
Isabel Real
EB1 de Raposeira
4º ano prof.: Sandra Sande

(O texto foi retirado do mesmo lugar onde encontrámos a fotografia, na página do Flickr de Emílio Moitas)


O que são as quinas de que se fala lá em cima? As quinas são "Cada um dos cincos escudos que entram nas armas de Portugal." Vejam a bandeira portuguesa:





3 comentários:

Alfredo disse...

Eu vou muito a Elvas.

Pedro disse...

Olá, Alfredo.

Gosto de te ver por aqui mais uma vez.

Todos aqueles que estudam português e vivem em Badajoz têm muita sorte porque Portugal é tão perto desta cidade. Vale a pena ir muitas vezes a Elvas, e a outras vilas e cidades portuguesas, claro!

Quando fores a Elvas, repara nas palavras das lojas, nos letreiros... e abre bem as orelhas. Vais aprender muito.

Cumprimentos do professor

Alfredo disse...

Ok