Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

sábado, 30 de outubro de 2010

Um moleiro


Este é um conto popular português intitulado Um moleiro. Já vos aconteceu algo parecido alguma vez com a fome?

Trabalhava no seu moinho um moleiro, chegou o rei com a sua comitiva.

–Há dois dias que nos perdemos no mato (= "en el bosque") e morremos à fome; tens alguma coisa que nos dês?
–Tenho pão de cevada e mel.

Ficaram todos muito contentes. O moleiro foi buscar um tabuleiro de pão, que desapareceu num momento.

–Venha o mel - ordenou o rei.
–O mel comeram os senhores com o pão.

O rei compreendeu a resposta: não há melhor mostarda do que a fome; até o pão de cevada sabe a mel.


Podemos aproveitar para recordar dois provérbios portugueses sobre a fome. Vocês vão pensar logo no equivalente espanhol do primeiro...

À boa fome, não há mau pão.

A fome é o melhor tempero.