Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Passaredo (Chico Buarque)


Saíra de sete cores (Fotografia de Takao Takayama) 


Tanto pássaro aí, meninos e meninas! Passaredo, esta canção dos brasileiros Francis Hime e Chico Buarque, cantada por este último, é composta praticamente toda por nomes de pássaros daquele imenso país. Reparem nalguns desses nomes tão curiosos: chega-e-vira, engole-vento, uirapuru, utiariti, tié sangue e o saíra da fotografia. Que beleza, não acham? Estes quatro últimos são nomes de origem tupi, a língua que falavam os povos índios originários do Brasil.

Bem sabem vocês, e se não sabem, eu digo, que o homem é a primeira ameaça para a vida neste planeta, neste caso para os coitados dos passarinhos. É por isso o refrão (cuidado, "el estribillo") desta canção: Toma cuidado / Que o homem vem aí / O homem vem aí / O homem vem aí.

Reparem no vídeo: vão ver os nomes dos pássaros e fotografias deles. Animais com essas cores não existem no nosso continente.



PASSAREDO

Ei, pintassilgo
Oi, pintarroxo

Melro, uirapuru
Ai, chega-e-vira
Engole-vento

Saíra, inhambu
Foge asa-branca

Vai, patativa,

Tordo, tuju, tuim
Xô, tié-sangue
Xô, tié-fogo
Xô, rouxinol
sem fim
Some, coleiro

Anda,
trigueiro
Te esconde colibri
Voa, macuco
Voa, viúva

Utiariti

Bico calado
Toma cuidado
Que o homem vem aí
O homem vem aí
O homem vem aí

Ei, quero-quero
Oi, tico-tico

Anum, pardal, chapim
Xô, cotovia
Xô, ave-fria
Xô, pescador-martim
Some, rolinha
Anda, andorinha
Te esconde, bem-te-vi
Voa, bicudo
Voa, sanhaço
Vai, juriti
Bico calado
Muito cuidado
Que o homem vem aí
O homem vem aí
O homem vem



Porque dois vídeos? Reparem: a duração do segundo é 2:32 porque para se verem melhor os pássaros, a canção soa mais devagar; no primeiro vídeo ouvimos a canção original.








Sem comentários: