Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Vamos ver isto amanhã!


Parece que teremos chuva amanhã em Lisboa... Mas a chuva não nos assusta. O importante é esta viagem que vamos fazer a Belém e o que vocês, meninos e meninas, vão lá ver e aprender.

À frente do Padrão dos Descobrimentos, como sabem, há uma enorme Rosa-dos-Ventos e este mapa no chão; já vimos no blogue. É bonito tudo, não é? Vejam Portugal e Espanha, a Península Ibérica; a França; o Norte da África...


(Padrão dos Descobrimentos em Há mesa)

 


Foi a República da África do Sul que ofereceu, para decoração do terreiro de acesso ao Padrão dos Descobrimentos, uma Rosa-dos-Ventos com 50 metros de diâmetro, executada em cantaria de calcário liós negro e vermelho, contendo um planisfério de 14 metros. Naus e caravelas embutidas, marcam as principais rotas da expansão Portuguesa. A autoria do desenho pertence ao arquitecto Cristino da Silva (1896-1976). 

(Guia da cidade)