Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

terça-feira, 19 de abril de 2016

Resumo da visita dos alunos do 1º ano a Lisboa (1)



Na passada terça-feira, dia 12, fizemos uma visita cultural a Lisboa com 52 alunos do 1º ano da ESO, nomeadamente à zona de Belém, tão ligada aos Descobrimentos portugueses.

Nos dias anteriores, sabíamos pelo boletim meteorológico que íamos ter chuva, mas desejávamos que fossem apenas uns pingos para não estragar a nossa viagem. Felizmente assim foi!

Partimos de Badajoz finalmente às sete e vinte da manhã (a hora prevista eram sete horas). Parece muito cedo, mas não é, como pudemos comprovar logo à entrada de Lisboa, antes de chegar à Ponte 25 de Abril. A partir daí levamos um atraso que fez com que tivéssemos de alterar o nosso programa. Não houve tempo para visitarmos o Padrão dos Descobrimentos, e subir até ao topo do monumento, a 56 m de altura (que belas vistas haverá daí!) nem admirar as enormes esculturas… Enfim, fica para a próxima vez!



O primeiro que fizemos foi tomar o pequeno-almoço na famosa Pastelaria de Belém, que foi fundada em 1837. Os alunos puderam praticar (“Quanto custa um pastel de Belém?”, “Eu queria um cacau, faz favor”, “Quanto é tudo?”…)










 (Haverá mais fotografias noutras mensagens para não sobrecarregar esta)


A seguir, tínhamos uma visita marcada no Museu da Marinha. A História de Portugal está ligada aos Descobrimentos, e neles tiveram logicamente um papel fundamental os navios. Como não era possível usar flash dentro do Museu, há poucas fotografias que ficassem bem. Gostaram do Museu, das maquetes, dos barcos, de tanta coisa como lá vimos? Depois, na loja houve oportunidade de falar um bocadinho com as empregadas ao comprarem algumas lembranças.


 A caminho do Museu da Marinha














Por esta porta entrámos ná ultima sala do Museu. As fotografias ficam para o seguinte post.