Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Versos de Vinicius de Moraes



O autor destes versos e da letra da canção em baixo é o poeta brasileiro Vinícius de Moraes, que nasceu no dia 19 de outubro de 1913. Reparem: há 100 anos! Para além de declamar o Soneto da fidelidade, as crianças cantam Eu sei que vou te amar, cuja letra foi escrita também pelo poeta. A música é de Antônio Carlos Jobim, e pode ser escutada em duas versões: na voz da cantora brasileira Maria Creuza, acompanhada por Toquinho e o próprio Vinicius, que declama o Soneto da fidelidade.


SONETO DA FIDELIDADE

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.


E agora a letra da canção:


EU SEI QUE VOU TE AMAR

Eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida eu vou te amar
Em cada despedida eu vou te amar
Desesperadamente, eu sei que vou te amar
E cada verso meu será
Prá te dizer que eu sei que vou te amar
Por toda minha vida
Eu sei que vou chorar
A cada ausência tua eu vou chorar
Mas cada volta tua há de apagar
O que esta ausência tua me causou
Eu sei que vou sofrer a eterna desventura de viver
A espera de viver ao lado teu
Por toda a minha vida