Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Kahn, o lince ibérico, fez mais de 500 quilómetros para regressar a Portugal



Kahn, o lince ibérico, fez mais de 500 quilómetros para regressar a Portugal

PÚBLICO
06/06/2015 - 16:03

Dois irmãos foram libertados em Toledo. Um regressou a casa, o outro foi a caminho dos Pirenéus. Dois linces ibéricos irmãos foram libertados nos Montes de Toledo, no Centro de Espanha, juntamente com outros animais desta espécie no final do ano passado. Só que Kahn e Kentaro não se ficaram por ali e decidiram explorar a Península Ibérica. O primeiro dirigiu-se para sul e regressou a Portugal, onde nascera. Já o segundo viajou para nordeste e está perto dos Pirenéus, revela o projecto Life+Iberlince na sua página de Internet.

Os dois animais foram capazes de “demonstrar que o lince ibérico, especialmente os machos, tem uma grande capacidade de dispersão e as suas deslocações levaram-nos da província de Toledo até lugares tão distantes como Portugal ou a comunidade autónoma de La Rioja”, revela o site.

A notícia completa no diário Público