Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Grândola, vila morena (José Afonso)



A Revolução do 25 de Abril está ligada para sempre, meninos e meninas, a esta canção: Grândola, vila morena, de José Afonso. Foi a senha para seguir em frente e acabar de vez com a ditadura que vigorava em Portugal em 1974.



GRÂNDOLA, VILA MORENA

Grândola, vila morena
Terra da fraternidade1
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti, ó cidade

Dentro de ti, ó cidade
O povo é quem mais ordena
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena

Em cada esquina um amigo
Em cada rosto igualdade
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade

Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada rosto igualdade
O povo é quem mais ordena

À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade
Jurei ter por companheira
Grândola a tua vontade

Grândola a tua vontade
Jurei ter por companheira
À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade