Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Vamos praticar a pronúncia do ch


Os novos alunos estão a comprovar como o português pode ser muito parecido na escrita ("¡Qué fácil! ¡Se entiende casi todo!"). Mas o que é que acontece? Nós aprendemos outras línguas não só para ler, mas também para nos comunicarmos com as pessoas, e isso quer dizer que temos de falar. Então, encontramos no português sons (= sonidos) que não existem em espanhol, um pouco difíceis mesmo, e que custam a pronunciar.

Por exemplo, este som: [ʃ]. É o mesmo que o das letras inglesas sh em shine ou show, e não existe em espanhol. Os novos alunos começam a ver as dificuldades do verbo português chamar-se. Parece-se muito com o espanhol llamarse, mas... não é igual! (ainda por cima, o pronome vai geralmente por trás do verbo!). Vamos lá praticar o som de ch (cê agá) em português, que é também quase sempre o som da letra x (xis) em caixa, baixo, lixo...


Eu chamo-me...

Como (é que) te chamas?


Como (é que) se chama o teu pai?


Como (é que) se chama a tua mãe?


Como (é que) se chama o teu irmão?


Como (é que) se chama a tua irmã?


Cómo (é que) o senhor/a senhora se chama?


(NB. o senhor / a senhora = esp. usted)



Vamos lá praticar e para isso cá temos mais alguma palavras com ch: a chave, a chuva, cheio, o chá, o duche, o machado, o chefe, chegar...