Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

terça-feira, 9 de maio de 2017

Resumo da visita das turmas de 2º a Évora

A caminho da Praça do Giraldo

Na passada terça-feira, dia 2, um grupo de 31 alunos de Português das turmas de 2º B, C e D, fizeram uma viagem à bela cidade alentejana de Évora, onde há tanto para ver, admirar e aprender. Uma primeira visita para estes alunos, que foram acompanhados pelos professores de Português Pedro e Ara, mais o professor de História, Emílio, diretor de turma de 2º D.

Depois de descer do autocarro, começámos a caminhar em direção à Praça do Giraldo, mítica praça e ponto onde começar a nossa visita. Em primeiro lugar, um breve descanso para comer e beber qualquer coisa. Visita ao Posto de Turismo e todos os alunos receberam uma planta da cidade, que servirá na sala de aula para praticar a indicação de percursos: "O senhor segue em frente por esta rua, e depois vira na terceira rua à esquerda..."



A seguir, pela Rua 5 de Outubro até à Sé Catedral, onde o professor de Historía, Emílio, deu algumas explicações sobre a fachada, os arcos, etc.






 O professor Emílio a explicar


Daí fomos para o Templo Romano (“erroneamente conhecido como Templo de Diana”) e depois para o Jardim de Diana. O dia estava ótimo, céu limpo e, se calhar, muito calor, mas não vamos queixar-nos pelo calor, pois não? Ninguém teria gostado de chuva, claro.











A seguir, fomos para a Universidade (“foi fundada em 1 de Novembro de 1559 pelo Cardeal D. Henrique, Arcebispo de Évora, mais tarde Rei de Portugal”), onde admirámos o belíssimo claustro e descansámos um bocado do calor.





 A Maria, a Cláudia, a Amparo e a Maria a posar


Parece que o Sérgio não queria aparecer na fotografia...

Eram já horas de almoço para os estômagos espanhóis e daí fomos a caminho do Jardim Público, onde os alunos almoçaram e os professores também, bem perto, à vista da Igreja de S. Francisco.

Não estava prevista a vista à famosa Capela dos Ossos. Foi proposta aos alunos e 5 deles visitaram-na acompanhados do professor Pedro.





Por volta das 18:15 espanholas, subimos ao autocarro que nos levou de regresso para Badajoz. Foi um belo dia para todos, alunos e professores.


Pedimos ao motorista do autocarro para sair por esta parte de Évora e poder ver o Aqueduto.