Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

"quando o melaço" (Arlindo Barbeitos)


Depois de ler estes versos, até dá vontade de provar, não acham?

quando o melaço
escorre pelas pontas sem forma
quando o aroma do mel quente atrai as abelhas
quando as manchas pretas
no fundo amarelo
lembram o leopardo

então
come-se a banana devagarinho
lambendo os dedos depois

Arlindo Barbeitos



Arlindo Barbeitos é um poeta angolano. A sua poesia tem reminiscências da poética tradicional africana, de tradição oral, e das poesias chinesa e japonesa.


Nota. O melaço é resultante da etapa de centrifugação ou de decantação, no processo de fabricação de açúcar (em espanhol é "melaza").