Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Voltaire e a poesia + Drummond

Um verso de Carlos Drummond de Andrade

"Um mérito inegável da poesia: Ela diz mais e em menor número de palavras que a prosa."

François Marie Arouet, mais conhecido como Voltaire (1694-1778)


Ilustramos estas sábias palavras do filósofo francês com uns versos do poeta brasileiro Carlos Drummond de Andrade:


A PALAVRA MÁGICA

Certa palavra dorme na sombra
de um livro raro.
Como desencantá-la?
É a senha da vida
a senha do mundo.
Vou procurá-la.

Vou procurá-la a vida inteira
no mundo todo.
Se tarda o encontro, se não a encontro,
não desanimo,
procuro sempre.

Procuro sempre, e minha procura
ficará sendo
minha palavra.