Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

O primeiro mês do ano é janeiro



Ai, "espanhol traiçoeiro"! Primeiro, terceiro, bombeiro, carpinteiro, mineiro, solteiro, etc., sim. Mas o primeiro mês do ano é janeiro em português.










sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Música de Heitor Villa-Lobos



Mais uma para o Guilherme! Esta é muito difícil de tocar, disseram-me. Repara como toca bem este rapaz espanhol uma das obras do peça do músico brasileiro Heitor Villa-Lobos.

 "Chôro No.1 para guitarra por Heitor Villa-Lobos. Luis Alejandro García (16 años), guitarra. Alumno del Conservatorio de Música de S/C de Tenerife. Grabado en concierto el 31 de Julio de 2010."


Vejamos o que nos diz a Wikipédia dele:

Heitor Villa-Lobos (1887 — 1959) foi um maestro e compositor brasileiro.

Destaca-se por ter sido o principal responsável pela descoberta de uma linguagem peculiarmente brasileira em música, sendo considerado o maior expoente da música do modernismo no Brasil, compondo obras que contém nuances das culturas regionais brasileiras, com os elementos das canções populares e indígenas. No Brasil, sua data de nascimento é celebrada como Dia Nacional da Música Clássica


 (*)



Mais uma versão, desta vez pelo grande violonista Turibio Santos



Musica de violão (ou viola, ou "guitarra") para o Guillermo Piñero



Gustavo Souza, brasileiro, interpreta ao violão uma composição intitulada Di menor, de Guinga, cantor e violonista brasileiro. A seguir, mais música. O enorme violonista Baden Powell interpreta uma das suas mais belas composições, Samba triste.

As duas são dedicadas para o Guillermo Piñero, aluno de 2º B, que estuda viola (como se diz em Portugal). Repara, Guillermo, nas mãos de Baden Powell!!!

Dedicamos também, claro, a todos os nossos alunos que tocam viola, que estudam este instrumento, como o Guillermo faz.







quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Uma ilustração de Kleber Sales

Ilustração para suplemento infantil do Correio sobre livros de terror para crianças - Kleber Sales


O Raúl Falero, da turma de 1º B, gosta de desenhar. É o que os colegas dele me disseram. Eu ainda não vi nenhum desenho. Espero que goste desta ilustração do brasileiro Kleber Sales.




quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Uma escola na China



Se não me engano, esta escola ficava algures na China, mas tanto faz. Reparem e comparem com a vossa sala de aula...





quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Presente dos verbos irregulares



Reparem nas formas a negrito.




Uma árvore genealógica



Esta árvore genealógica pode servir para fazer a vossa própria, mas acrescentando os nomes dos familiares.

O meu pai chama-se Miguel
A minha mãe chama-se Maria


Fica combinado. Devem entregar numa folha na próxima semana. Não se esqueçam!


(Fonte: Dicionário ilustrado. Porto Editora)



quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Um tiê-sangue

Fotografia de Rosa Gamboias



Há muito tempo que não víamos pássaros do Brasil no blogue. Reparem no nome vulgar deste belo passarinho brasileiro: tiê-sangue... O nome científico é Ramphocelus bresilius.

Da Wikipédia retiramos alguns dados sobre ele. Vejam quantos nomes!

Tiê-sangue. Ramphocelus bresilius (L.), conhecido popularmente como sangue-de-boi, canário-baeta, tapiranga, tié-fogo, tié-piranga, tié-sangue, tié-vermelho e tiê-sangue. É uma ave sul-americana passeriforme da família dos traupídeos, reconhecida pela beleza de sua plumagem vermelha.




Coitados destes brinquedos!



Desconheço o autor.



sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Sexta-feira, 13



O dia de azar em Portugal não é terça-feira, 13, mas sexta feira, 13. E no Brasil também, e em tantos países...

É claro o que a palavra azar significa, não é?








quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Isto é uma "balda" ou uma "prateleira"?



prateleira
1. Espécie de estante para colocar pratos.

2. Cada uma das tábuas horizontais e interiores, de uma estante, armário, etc.

3. Tábua horizontal aplicada a uma parede para nela se colocarem objectos.


balda
4. [Informal] Falta deliberada ao cumprimento de obrigação ou compromisso. = GAZETA

5. [Informal] O mesmo que baldas.


baldas
adjectivo de dois géneros e substantivo de dois géneros

1. [Informal] Que ou quem não cumpre as suas funções.


2. [Informal] Que ou quem é descuidado, desorganizado. = DESLEIXADO




Vamos inventar nomes (2)




Este é um fácil e divertido TPC para a próxima semana, meninos e meninas do 1º ano.


Há países onde a escolha de nomes próprios obedece a regras. Mas há outros em que se pode escolher ao sabor da imaginação.

No Brasil, até se podem inventar nomes, utilizando, por exemplo, sílabas do nome do pai e sílabas do nome da mãe. Aqui estão alguns casos para te inspirares:

João + Emília = Jomília

Mário + Isabel = Mariel

António + Leonor = Norante

Emílio + Daniela = Danílio

Diogo + Joana = Jody

Agora, podem tentar vocês. Inventem um nome, ou dois,  a partir dos nomes dos vossos pais...






O meu avô e a minha avó















quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Esta é muito fácil!



Quando eu tinha 4 anos de idade, a minha irmã tinha a metade da minha idade. Agora tenho 100 anos, quantos anos tem a minha irmã?

Respondam logo! (cuidado!, "en seguida")






segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Voltamos com o poeta Eugénio de Andrade

A cidade do Porto no inverno*

Infelizmente, meninos e meninas, as férias de Natal terminaram. Temos pela frente a continuação do ano letivo. Toca a trabalhar de novo. Leram alguma coisa nestas semanas?

Dou-vos as boas-vindas com este poema do poeta português Eugénio de Andrade, que morreu no Porto a 13 de junho de 2005.


INVERNO

Velho, velho, velho
Chegou o Inverno.

Vem de sobretudo,
Vem de cachecol,

O chão onde passa
Parece um lençol.

Esqueceu as luvas
Perto do fogão:

Quando as procurou,
Roubara-as um cão.

Com medo do frio
Encosta-se a nós:

Dai-lhe café quente
Senão perde a voz.

Velho, velho, velho.
Chegou o Inverno.

Eugénio de Andrade


(Aquela nuvem e outras)