Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

quarta-feira, 17 de junho de 2015

As férias estão aqui... finalmente!


Hoje é o último dia de aulas. As férias estão aí, meus caros alunos! Espero que aproveitem e se divirtam imenso, e para aqueles que ficarem com disciplinas reprovadas, há muito tempo para tudo. Se não trabalharam o suficiente no ano letivo, é agora que o devem fazer. É assim, não pode ser doutra maneira.

Deixo-vos aqui duas imagens muito refrescantes e longínquas. Onde é que nós estamos? No Brasil, mas não sei onde exatamente. As fotografias são de Luis Neto e a música de Nara Leão. Nessas águas  falta um barquinho, e é a Nara que o traz na sua canção... Não o veem lá no horizonte?


Boas férias grandes!





O BARQUINHO

Dia de luz, festa de sol
E o barquinho a deslizar
No macio azul do mar
Tudo é verão, o amor se faz
Num barquinho pelo mar
Desliza sem parar
Sem intenção, nossa canção
Vai saindo desse mar e o sol
Beija o barco e luz
Dias tão azuis
Beija o barco e luz
Dias tão azuis

Volta do mar, desmaia o sol
E o barquinho a deslizar
E a vontade é de cantar
Céu tão azul, ilhas do sul
O barquinho é o coração
Deslizando na canção
Tudo isso é paz
Tudo isso traz
Uma calma de verão
E então
O barquinho vai
A tardinha cai
O barquinho vai
A tardinha cai










terça-feira, 16 de junho de 2015

Vamos ligar os cérebros



No verão há muito tempo para ler! Como sabe bem conhecer histórias, personagens, outras cidades, outros mundos, tudo muito diferente de nós, ou nem tanto, mas como faz bem ter em mãos um bom livro...





Encontro Palavras Andarilhas: Os Monstros e o João




"Era uma vez..." Há muito tempo que não tínhamos connosco os contadores de histórias das Palavras andarilhas de Beja. António Alvés é que nos conta a história.

O som não é muito bom, mas dá para perceber a história no geral. Não se preocupem se não percebem tudo. Abram bem esses ouvidos. São dois minutinhos e podemos repetir. O que se passa com o João?

Eu sublinho estas palavras: pregar um susto. Vocês gostavam de pregar sustos quando eram mais pequenos?

De que é que o João não gostava?


Aqui podem ver o nosso primeiro vídeo das Palavras andarilhas: "O camponês e a caixa".





segunda-feira, 15 de junho de 2015

Estes meninos vão a caminho da escola

Esta menina voa num cabo de aço 400 m por cima do rio Negro, na Colômbia. Ela vai a caminho da escola. 

Só isto: o que acham? Alguém tem alguma queixa do caminho à nossa escola? Bem. acho que não. Pensem um bocado no que veem nestas fotografias. Como é duro para estes meninos e meninas poderem aprender. Tantos perigos no caminho para a escola, e no regresso também.

Pensem na vossa sorte. Vocês queixam-se algumas vezes quando se levantam de manhã para vir para a escola? Lembrem-se destes meninos e meninas. Eles querem aprender, e os pais também querem isso para os seus filhos, porque sabem que não pode haver coisa melhor para quando forem crescidos.


Viagem de 5 horas pelas montanhas por um caminho de 1 m de largura para a escola provavelmente mais remota do mundo, em Gulu, na China.


Indonésia. Depois de ser publicada esta fotografia, um homem muito rico desse país fez construir uma ponte nova. Mas, de todas as maneiras, o caminho continua a ser longo e difícil.




A Nau Catrineta (animação)



Baseada na banda desenhada de Artur Correia, esta é a versão animada dessa história. 

Antes de a ver, podíamos ler o romance da Nau Catrineta e ouvir a canção interpretada por Fausto. É só clicar aqui. É uma história mesmo bonita.

De todas as maneiras, devem saber que a versão do romance aqui utilizada é diferente da que vamos ler e ouvir no link. O gajeiro é, na realidade, o demónio. O romance termina desta maneira:


«Capitão, quero a tua alma
para comigo a levar.»
- «Renego de ti, demónio.
que me estavas a atentar!

A minha alma é só de Deus;
o corpo dou eu ao mar.»
Tomou-o um anjo nos braços,
não o deixou afogar.
Deu um estouro o demônio,
acalmaram vento e mar;
e à noite a nau Catrineta
estava em terra a varar.




Pôr do sol em Xique-Xique (BA): Velho Canoeiro



Pôr do sol em Xique-Xique (BA): Velho Canoeiro. Achei esta bela fotografia num blogue brasileiro. BA são as inicias do estado da Bahia. Estas são as palavras que acompanham a fotografia:


CANOA SOLITÁRIA

O solitário canoeiro, pensativo e, talvez, fazendo a contabilidade dos peixes que conseguiu pescar ao longo do dia, com certeza não se apercebe do belo pôr do sol que o cerca.
Provavelmente foi, desde pequeno, envolvido, diariamente, por esse fenômeno e agora, velho pescador, não mais se sensibiliza com isso.
Será?
Acredito que esteja fundeado no meio do Lago Ipueira, desfrutando, como ninguém o belo pôr do sol da sua querida Xique-Xique.



O Brasil e, a vermelho, o grande estado da Bahia, que é um bocado maior do que o nosso país.






Um pisco de peito ruivo



Não é lindo este pisco de peito ruivo, que fotografou perto de Aveiro o senhor Zé Pinho? O nome científico é, em latim, claro, Erithacus rubecula.

Alguem saberia dizer-me o nome em espanhol deste passarinho? É dos conhecidos, não é?




Um escorpião na palma da mão!



Estará um bocado adormecido este escorpião que fotografou Ana Maué? Podemos aproveitar para aprender que em português esta palavra é também um dos signos do zodíaco. Há algum ou alguma Escorpião na sala de aula?



O tio Google (Gilmar Fraga)



Este é um fenómeno universal, não acham, meus caros alunos?


Ilustração do amigo Gilmar Fraga sobre o auxílio cada vez mais frequente do Google como fonte de pesquisa para trabalhos escolares e dúvidas dos pequenos, mais popular do que os próprios pais. Jornal Zero Hora/RS, publicado em 07 de outubro de 2012.

Publicado com autorização do autor.


Mais obras dele no nosso blogue:

sábado, 13 de junho de 2015

As Marchas Populares de 2015




Dia 13 de junho, Santo António "padroeiro" de Lisboa...
 

Marchas 2015

O vencedor das Marchas Populares Festas de Lisboa’15 é o Alto do Pina! Em segundo lugar ficou Alfama e em terceiro, Alcântara. .Todos os dias, durante meses, crianças, jovens e adultos entregaram-se de alma e coração à preparação das Marchas Populares. Na noite de 12 de Junho, a Avenida e a cidade encheram-se de música, cor, brilho e emoção, naquela que é, para muitos, a noite mais esperada do ano. Foi a 83ª edição das Marchas Populares de Lisboa.

RESULTADOS MARCHAS POPULARES 2015

1º lugar: Marcha do Alto do Pina
2º lugar: Marcha de Alfama
3º lugar: Marcha de Alcântara

(Fotografia Américo Simas)

Fotografias e informação da Página Oficial da Câmara Municipal de Lisboa













Uma escultura de Fernando Pessoa e uns versos dele



Esta grande escultura intitula-se Hommage a Fernando Pessoa, e é obra do artista belga Jean-Michel Folon. Tem cerca de 4 m de altura e fica em Lisboa, no Largo de S. Carlos, em frente à casa onde nasceu a 13 de junho de 1888 o poeta português Fernando Pessoa. Isso foi hoje há 127 anos (cento e vinte e sete anos)!

E como falar de um poeta sem ler alguns versos dele, como estes que Pessoa escreveu para uma das suas sobrinhas?


Levava eu um jarrinho
P'ra ir buscar vinho
Levava um tostão
P'ra comprar pão:
E levava uma fita
Para ir bonita.

Correu atrás
De mim um rapaz:
Foi o jarro p'ra o chão,
Perdi o tostão,
Rasgou-se-me a fita...
Vejam que desdita!

Se eu não levasse um jarrinho,
Nem fosse buscar vinho,
Nem trouxesse uma fita
Pra ir bonita,
Nem corresse atrás
De mim um rapaz
Para ver o que eu fazia,
Nada disto acontecia.




(Fotografia de Pedro Ribeiro Simões)


sexta-feira, 12 de junho de 2015

Isto acaba-se, meus caros alunos!



Mas que grande vertigem! Isto está a acabar muito depressaaaaaaa! Segurem-se nos vossos lugares, façam favor.





Um desenho de Elcerdo



Tiago Lacerda assina como Elcerdo. Ele é brasileiro. E a partir desta imagem, eu pergunto: Quem é que não daria um bocado dessa sandes ao cãozinho faminto. Reparem nos olhos dele, coitado!





quinta-feira, 11 de junho de 2015

Olha aí!



De Audio Glass.



Para cabelos de todo o tipo



Autor: Will Leite.





"A Porto e Branco": o Porto visto do ar




Pequeno vídeo com algumas imagens aéreas da cidade do Porto: A Porto e Branco, pois, a brincar com a preto e branco (nós dizemos "en blanco y negro") visto não ser a cores este vídeo e parecer-se tanto as palavras Porto e perto. Mas não faz mal ser a preto e branco, pois não? É uma belez. Vamos ver o Porto como se fóssemos um pássaro.





Festa de encerramento do ano escolar em Lisboa



Estão a ver? Uma bonita maneira de encerrar este ano letivo 2014-15 na cidade de Lisboa. Isso foi anteontem, terça-feira, dia 9.


"O Parque da Bela Vista foi, no dia 9 de junho, o palco escolhido para assinalar o encerramento do ano letivo escolar. Mais de 2 mil crianças de diversas escolas de Lisboa marcaram presença para participarem num dia cheio de atividades, jogos, desporto e diversões acompanhado de muita música"




Que passarinho será este?



É pena, mas não sabemos o nome deste pequeno pássaro, fotografado por Margot Katz. Mais um passarinho brasileiro. Ele parece estar muito calmo aí, nessa mão, não receia nada porque foi bem cuidado, de certeza.





quarta-feira, 10 de junho de 2015

Dia de Portugal e um postal de Macau



Hoje, 10 de junho, é o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. Reparem na fotografía. O nome da praça está escrito em português e em chinês. Macau, que fica na China, foi durante muito tempo uma colónia portuguesa.


Amor é fogo que arde sem se ver;
é ferida que dói e não se sente;
é um contentamento descontente;
é dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
é solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
é cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
é servir a quem vence, o vencedor;
é ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luís de Camões

A.A. ~ 2012-2013 --- (A fotografia, aqui)




terça-feira, 9 de junho de 2015

Água!



Não refresca um bocado esta imagem, tendo em comta o grande calor que está nossa cidade? Porque está mesmo calor, não é verdade?





segunda-feira, 8 de junho de 2015

Kahn, o lince ibérico, fez mais de 500 quilómetros para regressar a Portugal



Kahn, o lince ibérico, fez mais de 500 quilómetros para regressar a Portugal

PÚBLICO
06/06/2015 - 16:03

Dois irmãos foram libertados em Toledo. Um regressou a casa, o outro foi a caminho dos Pirenéus. Dois linces ibéricos irmãos foram libertados nos Montes de Toledo, no Centro de Espanha, juntamente com outros animais desta espécie no final do ano passado. Só que Kahn e Kentaro não se ficaram por ali e decidiram explorar a Península Ibérica. O primeiro dirigiu-se para sul e regressou a Portugal, onde nascera. Já o segundo viajou para nordeste e está perto dos Pirenéus, revela o projecto Life+Iberlince na sua página de Internet.

Os dois animais foram capazes de “demonstrar que o lince ibérico, especialmente os machos, tem uma grande capacidade de dispersão e as suas deslocações levaram-nos da província de Toledo até lugares tão distantes como Portugal ou a comunidade autónoma de La Rioja”, revela o site.

A notícia completa no diário Público











Chegam os Santos Populares












sábado, 6 de junho de 2015

Uma antiga escola de Setúbal



De uma viagem que o Professor fez à bonita cidade de Setúbal, vieram estas duas fotografias. Espero que gostem. Reparem na data em que a escola foi fundada, e ainda lá está, como testemunho dos que lá ensinaram e dos que lá aprenderam.

É bom recordarmos isto nestes tempos difíceis em que o ensino, o ensino público sobretudo, se vê rodeado de tantos perigos... Em quase toda a parte. Em Espanha e em Portugal é claro que sim.







sexta-feira, 5 de junho de 2015

"Às vezes sinto vontade de viajar..." (Priscilla Pinheiro)



É uma boa solução a que nos propõe Priscilla Pinheiro: quando queremos viajar, mas não podemos, seja pelo que for, temos uma maneira muito fácil de fazer uma viagem especial: pegar num livro e começar a ler...




quinta-feira, 4 de junho de 2015

Onda gigante na Nazaré



Esta fotografia é muito conhecida. Uma onda de 23,77 m de altura que foi surfada por Garret McNamara..





Podem ver aqui também.


E em baixo, um vídeo.







quarta-feira, 3 de junho de 2015

MEU (mais uma vez)



Insisto, meu, o meu. Pronto.


A minha mãe / irmã / amiga / caneta / bicicleta / pasta... Sim.


Mas o meu pai / irmão / amigo / lápis / livro...






Hoje é o MEU aniversário e o bolo é todo MEU



Porque como todos os alunos sabem muito bem, embora alguns deles esqueçam, O Minho é um rio!

É ou não é?




terça-feira, 2 de junho de 2015

Primeiro, acordamos; depois, levantamo-nos


É assim: todos os dias, a primeira coisa que fazemos antes de nos levantarmos da cama é acordar. Saímos do sono e comprovamos que começou mais um dia.


Acordar é um falso amigo bem falso. Se querem dizer "Me despierto a las 7:30", por exemplo, é assim: Acordo às sete e meia, sem o pronome me. Mais um: "¿A qué hora te despiertas", A que horas é que acordas?, sem o pronome te. Como acordar é um verbo regular, podemos continuar sem problemas.

E se algo ou alguém vem à minha memória, qual é o verbo? Muito cuidado!

lembrar-se

 Eu lembro-me do João. Ela não se lembra de fazer os trabalhos de casa. Etc.
 




Cabeleireiro, rapazes e raparigas



Quem nunca teve esta dúvida: cabeleireiro ou cabelereiro? Cabeleireiro, pois! É aí que vamos cortar o cabelo.

Já sabem, nunca "peluqueiro" ou "peluqueria".

A Infopédia diz-nos o seguinte da palavra cabeleireiro:

1. indivíduo cuja profissão é cortar e pentear o cabelo das outras pessoas

2. estabelecimento comercial onde profissionais se dedicam a cortar, pentear e tratar os cabelos de clientes, e onde geralmente estão disponíveis outros cuidados de beleza (massagens, depilações, etc.)


Se for uma mulher, seria, naturalmente cabeleireira.


Gostam deste padrão?





(Líquido Preto)





"Adeu" ou "Adeus"?



Esta mensagem foi publicada em outubro de 2010, vejam só! Recupero-a para alguns alunos da turma de 2º D que acham que adeu é português. Acho que é assim que se diz na Catalunha... Leiam, porque saber é bom.


ADEUS

Uma das maneiras básica de se despedir em português: adeus. Já vimos também até logo e até amanhã.

Lá isso é, adeus. Ou, em francês, adieu, espanhol, adiós, catalão, adeu, italiano, addio. Todas elas línguas románicas, procedentes do latim, daí as semelhanças.

São expressões elípticas cujo significado em latim era «recomendo-te a Deus», usadas no momento da despedida.


(Dicionário de origem das palavras, de Orlando Neves. Adaptado)



segunda-feira, 1 de junho de 2015

De que ano é que será esta fotografia a preto e branco?



Bonita fotografia a preto e branco a destes meninos que tirou Louis Stettner no ano... Alguém quer tentar adivinhar em que ano foi tirada esta fotografia?





Hoje é o Dia Mundial da Criança

Foto: Robert Doisneau




Guia do lazer - miúdos (diário Público)



NB. O primeiro significado desta palavra, criança, é este: "1. ser humano de pouca idade; pessoa muito jovem; menino ou menina" (Infopédia).













Que horas são?



Podem praticar algumas raízes quadradas com este relógio. Fácil, não é?