Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

O que é um cavaquinho?


O que nos diz a Wikipédia do cavaquinho?

O cavaquinho (...) é um instrumento da família dos cordofones originário do Minho, norte de Portugal, que mais tarde foi amplamente introduzido na cultura popular de Braga pelos nobres Biscainhos e de onde foi depois levado para outras paragens como Brasil, Cabo Verde, Moçambique, Hawaii e Madeira.

Com 12 trastos na forma original o cavaquinho tem uma afinação própria da cidade de Braga que é ré-lá-si-mi. No entanto, as suas quatro cordas de tripa ou de metal, são também afinadas em ré-si-sol-sol, mi-dó#-lá-lá, mi-ré-si-sol, ré-si-sol-ré ou, mais raramente, em mi-si-sol-ré conforme o país onde é utilizado e de acordo com os costumes etnográficos de cada região portuguesa. Júlio Pereira, um dos músicos portugueses mais renomados da actualidade, tem ajudado na divulgação do cavaquinho como instrumento pleno de versatilidade.

(...)





Site de Júlio Pereira

Esta mensagem vai dedicada para o Javier, de 2º D. Um dia ouvimos na sala de aula Bau, um músico caboverdiano que toca muitos instrumentos de corda e ele não conhecia. Pronto, agora conhece. Será que ele tocará algum dia este instrumento?







O Brasão de Armas de Lisboa




O Brasão de Armas de Lisboa compreende um escudo de ouro com um barco negro, realçado de prata e interiormente de prata realçado de negro, um corvo na popa e um corvo na proa. O barco assenta num mar de sete faixas onduladas, quatro de verde e três de prata. Apresenta a coroa mural de cinco torres denotando o estatuto de cidade, e dourada, à razão da capitalidade. Envolvendo o escudo está o colar da Ordem da Torre e Espada, e um listel que se lê em negro "MUI NOBRE E SEMPRE LEAL CIDADE DE LISBOA"

(Wikipédia)



(V. invitaminerva45)





quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Bitte, bitte



Uma ajuda  do Professor de português com outras línguas. Se forem à Alemanha, já sabem como dizer algumas palavras e expressões..


(Fonte: Ich liebe Deutsch)



quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Este cão dá-se muito bem com o seu amigo gato



Já é conhecida deste blogue a expressão dar-se como o cão e o gato (podem ver clicando no link) no "bom sentido" a brincar, mas esta fotografia tem tanta piada, que decidi recordá-la aqui. Vemos que eles se dão muito, muito bem, e dormem juntinhos a sesta.

Reparem: "llevarse bien/mal con alguien" diz-se assim em português: dar-se bem/mal com alguém. Mas eu acho que é melhor fazer como estes dois animais, não acham?





terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Cores a mexer-se



Estamos a trabalhar no 1º ano o vocabulário das cores em português (palavra feminina, não se esqueçam!) e cá temos cores a mexer-se... Digam-me lá quantas é que veem




(gif: Generic)



Parabéns, Clara!





No outro dia eu soube por acaso que a Clara, aluna da turma de 1º B, faz anos hoje, dia 27 de janeiro. Parabéns, Clara! Se houver mais alguém, é só dizer, e também lhe cantamos os parabéns!

Já sabem a letra, mas pelo sim, pelo não, cá está ela.


Parabéns a você
nesta data querida,
muitas felicidades,
muitos anos de vida.

Hoje é dia de festa,
cantam as nossas almas,
para o(a) menino(a) .....
uma salva de palmas.


Agora, batemos palmas, é claro.




Pelos vistos o pudim leva ovos, Carlos!



O Carlos, da turma de 2º D, soube na passada sexta-feira, na aula de português, que o "flan" (a palavra existe também em português, vem do francês) de que ele gosta leva ovos! Parecia não acreditar. É por isso que esta mensagem vai dedicada para ele, que é um bocado distraído.

Diz-nos a Infopédia que pudim é "doce de colher de forma arredondada e de consistência cremosa, preparado com leite, ovos e outros ingredientes, servido frio e geralmente cozido em banho-maria".

Ah, também se diz pudim flan.

Damos duas receitas de pudim de ovos para o Carlos escolher e preparar nalgum fim de semana. Acho que ele vai convidar alguns amigos.


PUDIM DE OVOS CASEIROS


Doses: 8

Ingredientes

Ovos 12
Leite 1 lt
Açúcar 275 g


Preparação

Batem-se muito bem os ovos e mistura-se o açúcar. Bate-se muito bem até ficar uma mistura aveludada. Por último deita-se o leite e envolve-se tudo. Vai ao forno, em banho maria, numa forma caramelizada.

Dicas
Pode-se diminuir a quantidade de açúcar, para os menos gulosos.

*********************

PUDIM DE OVOS

Doses: 8

Tempo: 60 min

Preparação: Forno

Dificuldade: Fácil

Ingredientes:
2 chávenas e meia de ovos
2 chávenas de açúcar
2 chávenas e meia de leite
raspa de limão
Caramelo líquido para untar

Preparação:
Colocar os ovos inteiros, o açúcar, o leite e a raspa de limão num recipiente.
Bater com a batedeira eléctrica durante cerca de 2 minutos.
Untar uma forma de bolo inglês com caramelo.
Deitar o preparado e levar ao forno a cozer em banho maria.
Para verificar se está cozido, coloca-se um palito e quando não vier resíduos do preparado pode ser retirado do forno.

Nota: pode ser cozido sem ser em banho maria.

Reparem na quantidade de ovos que leva a seguinte receita, e já são três:


(***)



O que é isto?


Esculturas cinéticas matematicamente precisas e objetos transformáveis. Uma das obras de John Edmark.


cinético: adj. relativo ao movimento.



segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Anatomia de um leitor






(Fonte: Armazém do Educador)



A nebulosa de Hélix vista pelo Telescópio Hubble em 2004

*

A Nebulosa de Hélix, também conhecida como Nebulosa da Hélice, A Hélix ou NGC 7293 é uma nebulosa planetária localizada na constelação de Aquarius (ou Aquário).

Descoberta por Karl Ludwig Harding, provavelmente antes de 1824, essa nebulosa é uma das nebulosas mais próximas da Terra.1 Sua distância da Terra é de aproximadamente 700 anos-luz". e como na prática, um ano-luz equivale aproximadamente a 9.461.000.000.000 quilómetros, podem fazer uma pequena ideia da distância a que fica esta nebulosa. Fica mais ou menos ai ao lado...

(Wikipédia)


sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Adivinha para 1º B e 2º D



Esta adivinha é apenas para os alunos das turmas de 1º B e de 2º D. O primeiro que escrever nos comentários a solução a esta adivinha, receberá um disco de música portuguesa ou brasileira.


Quais serão, quais serão, 
os relógios que dão a hora exacta
apenas duas vezes por dia?



O til da maçã

Uma bela maçã na macieira



Um belo prato de massa na mesa


O que se passa se vocês não escreverem o til nasal (vejam lá em baixo um A com o seu til) sobre o a final da palavra maçã? Não temos fruta, mas outra coisa de comer bem diferente!

O til (~) não é um acento, é um sinal gráfico de nasalação; mas serve como acento quando recai sobre a sílaba tónica. Assim, escrevemos irmão, sabão, sacristão – palavras cuja sílaba tónica é ão.

Sem esse til, a palavra maçã ficava assim: maça, e deste jeito a pronúncia dela seria como a da palavra massa, pois o ç representa a mesma pronúncia do que os dois esses, -ss-. Estão a ver?

Aqui podem consultar quantos significados tem a palavra massa, mas um deles está lá em cima. Pois, "pasta" é a palavra que nós usamos em espanhol para a pizza, o esparguete, o macarrão, etc.

Isso tudo por não escrever um simples til!

Esta mensagem é dedicada para o Hamdy, ele sabe porquê.






Uma planta do Bairro Alto



Já temos dois planos, duas plantas, para praticar como indicar um trajeto a alguém que nos pergunta.





Largo ou Praça Luís de Camões (*)




Uma planta da Baixa lisboeta


A baixa de Lisboa, é também chamada Baixa Pombalina ou Lisboa Pombalina por ter sido edificada por ordem do Marquês de Pombal, na sequência do terramoto de 1755, cobrindo uma área de cerca de 23,5 hectares. Situa-se entre o Terreiro do Paço, junto ao rio Tejo, e o Rossio e a Praça da Figueira, e longitudinalmente entre o Cais do Sodré, o Chiado e o Carmo, de um lado, e a Sé e a colina do Castelo de São Jorge, do outro. (Wikipédia)


Praça de D. Pedro IV, conhecida como o Rossio


Praça do Comércio (Panoramio. Fotografia de Stefan de Maddalena)


quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

A Pousada de Arraiolos



A Pousada Nossa Senhora da Assunção localiza-se na cidade de Arraiolos, integrando a rede Pousadas de Portugal.

Em um vale de onde se descortina a povoação, famosa por suas tapeçarias, e o Castelo de Arraiolos, ocupa as dependências do Convento de Nossa Senhora da Assunção, erguido no século XVI. O imóvel apresenta arquitectura austera, onde se destacam a capela, os claustros e o jardim interno, aos quais foi acrescida uma área nova de suítes com varandas voltadas para a piscina e para o vale. O conjunto é complementado por uma quadra de tênis.


Nota. Uma Pousada é como um "Parador" en Espanha.





quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Alguém dança aqui tão bem como eu?






Tudo ao contrário (Luísa Ducla Soares)



Tudo ao contrário

O menino do contra
queria tudo ao contrário:
deitava os fatos na cama
e dormia no armário.

Das cascas dos ovos
fazia uma omelete;
para tomar banho
usava a retrete.

Andava, corria
de pernas para o ar;
se estava contente,
punha-se a chorar.

Molhava-se ao sol,
secava na chuva
e em cada pé
usava uma luva.

Escrevia no lápis
com um papel;
achava salgado
o sabor do mel.

No dia dos anos
teve dois presentes:
um pente com velas
e um bolo com dentes.

Luisa Ducla Soares


Luísa Ducla Soares é uma escritora portuguesa que se tem dedicado especialmente à literatura infantil.





Um provérbio africano




O que acham destas palavras?


O que são pegadas? Vamos ver no Priberam:

1. Sinal ou vestígio do pé. 2. Conjunto de marcas deixadas pela passagem de algo ou alguém



Nota. Já conhecem o falso amigo apagar (esp. "borrar")




segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Bom fim de semana, meninos e meninas!





Adivinha com prémio



O primeiro que escrever nos comentários a solução a esta adivinha, receberá um disco de música portuguesa ou brasileira.


Reparem bem no texto:


O que existe três vezes em um momento,
duas vezes em um minuto
e só uma vez em uma hora?



quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Tâmara (Fiama Hasse Pais Brandão)



Vocês gostam de tâmaras? 


TÂMARA

Pura circunstância trazerem-me
num cesto levíssimo as tâmaras.
Com a boca peso três sílabas.
Com os olhos sou ávida.
Com as mãos repouso e saboreio
os frutos translúcidos.

Fiama Hasse Pais Brandão





A tamareira (do árabe التمر "tamar") ou datileira (Phoenix dactylifera) é uma palmeira extensivamente cultivada pelos seus frutos comestíveis, as tâmaras. Pelo facto de ser cultivada há milénios, a sua área natural de distribuição é desconhecida, mas seria originária dos oásis da zona desértica do norte de África, embora haja quem admita uma origem no sudoeste da Ásia. (Wikipédia)






"Já usou sua imaginação hoje?"



Em Portugal diriam: "Já usaste a tua imaginação hoje?" (Estão a ver? Com o artigo definido a à frente do possessivo.


Os autores são brasileiros:  10 Pãezinhos -  Fábio Moon & Gabriel Bá. Eles dizem "Fábio Moon e Gabriel Bá são contadores de histórias, são irmãos gêmeos. Eles criaram os 10 Pãezinhos. Juntos"



quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Sou, estou, vou, dou!



Há muitos séculos, reparem, não há muitos anos, dizia-se na nossa lingua, o espanhol, "yo so, yo estó, yo vo, yo do"; depois ficou "yo soy, yo estoy, yo voy, yo doy".

Bom, em português temos hoje:


eu sou

eu estou

eu vou

eu dou





terça-feira, 13 de janeiro de 2015

A semana da preguiçosa



Como seria bom nestes dias frios poder ficar na cama de manhã mais um pouco! Sabem o que quer dizer a palavra preguiçosa? Vamos ler um poema popular, muito antigo, sobre uma mulher preguiçosa. Nele podemos ler os nomes dos dias da semana. Reparem que não aparece a palavra feira, como aprenderam no outro dia. É possível dizer assim também.

Atenção, os versos servem também para eles, que seriam preguiçosos.


SEMANA DA PREGUIÇOSA

Na segunda me deito,
na terça me levanto,
na quarta é dia santo,
na quinta vou à feira,
na sexta venho da feira,
sábado vou-me confessar,
no domingo comungar,
diga-me lá, ó comadre,
quando hei-de trabalhar?


Aqui podem ver a origem dos nomes tão curiosos dos dias da semana em português.




O que está a fazer esta rãzinha?



Está a dançar? Está a chamar um amigo? Esta a dirigir uma orquestra na floresta? Sabe-se lá!






sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Tóquio em japonês (e mais alguns kanjis)



Para a Susana, de 2º D, que gosta de japonês e de mais coisas do Japão.


Recordamos uma coisa: "Os kanji (漢字) são caracteres da língua japonesa adquiridos a partir de caracteres chineses, da época da Dinastia Han, que se utilizam para escrever japonês junto com os caracteres silabários japoneses katakana e hiragana. No mundo ocidental, kanji, também é sinónimo de ideograma." (Wikipédía)

A escrita japonesa na Wikipédia.


Podem ver também esta mensagem já publicada no blogue "Como se escreve o meu nome em japonês?" 










Morro de medo (Beto)


Porque sera que esse menino trata a colega por você e não por tu? Quem é que me diz a resposta?

Ah, e cuidado com esse "logo vou crescer" que diz a menina. Logo é como o espanhol 'en seguida'.





quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Recebemos 2015 com um sorriso



Esta árvore parece sorrir porque está a receber um bom abraço desta criança. E assim recebemos nós o ano novo, 2015. As férias de Natal ficaram atrás, e agora toca continuar a trabalhar, meninos e meninas.

Também podemos pensar em como é bom ter natureza, e árvores, e plantas, e tomar conta deles para o futuro.