Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Um exercício para a ponte de 1 de novembro


Um exercício de vocabulário. Acho que não é difícil, mas requer um bocadinho de atenção. Devem entregá-lo, copiado à mão, na próxima quarta-feira, dia 2 de novembro.

Completa as frases seguintes como no modelo:

A primavera é uma estação, e o outono também.

O galo é  ..........................................  e o urso também.

Um carvalho é ..........................................  e a laranjeira também.

A cerveja é ..........................................  e o vinho também.

O italiano é ..........................................  e o alemão também.


A gripe é ..........................................,  mas a dor de cabeça não é.

Lisboa é .......................................... ,  mas o Porto não é.

Uma fábrica é .......................................... , mas uma ponte não é.

Cozinheiro é .......................................... , mas açucareiro não é.

A Inglaterra é .......................................... , mas a Espanha não é.


Uma ajuda do dicionário Word Reference. Podem clicar e procurar as palavras que não conheçam.



Um conto africano: Todos dependem da boca

 Mulher africana (Carla Figueiredo)

Todos dependem da boca...

Certo dia, a boca, com ar vaidoso, perguntou:

-Embora o corpo seja um só, qual é o órgão mais importante?

Os olhos responderam:

- O órgão mais importante somos nós: observamos o que se passa e vemos as coisas.
- Somos nós, porque ouvimos - disseram os ouvidos.
- Estão enganados. Nós é que somos mais importantes porque agarramos as coisas, disseram as mãos.

Mas o coração também tomou a palavra:

- Então e eu? Eu é que sou importante: faço funcionar todo o corpo!
- E eu trago em mim os alimentos! - interveio a barriga.
- Olha! Importante é aguentar todo o corpo como nós, as pernas, fazemos.

Estavam nisto quando a mulher trouxe a massa, chamando-os para comer. Então os olhos viram a massa, o coração emocionou-se, a barriga esperou ficar farta, os ouvidos escutavam, as mãos podiam tirar bocados, as pernas andaram... mas a boca recusou comer. E continuou a recusar.

Por isso, todos os outros órgãos começaram a ficar sem forças...

Então a boca voltou a perguntar:
- Afinal qual é o órgão mais importante no corpo?
- És tu boca, responderam todos em coro. Tu és o nosso rei!


Nota: todos nós somos importantes e, para viver, temos de aprender a colaborar uns com os outros...

Eu conto, tu contas, ele conta... Estórias africanas, org. de Aldónio Gomes, 1999



terça-feira, 25 de outubro de 2011

Vamos poupar água

Ilustração de Beto

É assim, meninos e meninas. A água é muito barata e é por isso que não apreciamos o seu valor. Além disso, enquanto uns, como nós, abrimos a torneira, e a água sai todo o tempo que quisermos, há muitos milhões de pessoas no mundo que não têm água potável para beber.

É preciso poupar água.

Essa palavra tão curiosa para nós, poupar, quer dizer ahorrar. Então, vamos poupar água? É bom para todos e para a natureza, sem cuja ajuda não poderíamos viver, e estamos a matá-la.

Ah, e reparem no desenho de Beto. Dá para perceber, não dá?




segunda-feira, 24 de outubro de 2011

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Um horário em português



Não sei qual o tamanho depois de impresso, mas... cá está para vocês preencherem com os nomes das disciplinas em português. É claro que preencher significa "rellenar".


Gostam desta camisola?


Mais futebol neste postal do Brasil. A fotografia é do amigo Martin Lazarev e foi tirada no Rio de Janeiro neste ano. Bonita camisola, não é?



Vocabulário de futebol

Fotografia de Thiago Freire

Parece que o aluno da turma de 1ª A, Javier N. gosta muito de futebol, porque na aula de sexta-feira pude comrpovar que ele sabia várias palavras: futebol, guarda-redes, bola... Volto a publicar esta mensagem para que ele e todos aqueles que gostarem deste desporto possam aprender como é que se diz...


el balón é a bola

el portero é o guarda-redes

el defensa é o defesa

el centrocampista é o médio

el delantero é o avançado

la portería é a baliza

fuera de juego é fora de jogo

marcar un gol é marcar golo

saque de banda é lançamento de bola

saque de esquina é pontapé de canto

penalti é penálti

los hinchas, los aficionados são os adeptos (a torcida no Brasil)

Está também o campo de futebol ou estádio; e agora não me lembro de mais palavras.


De que mais desportos é que vocês gostam? Quais é que praticam?


quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Feira do Livro: Ler é tão bom!

The Iris On


Esta mensagem é publicada porque nestes dias está a decorrer a Feira do Livro da nossa escola.

Ler é bom, é tão bom para a vossa imaginação... Quantos mundos esperam por vocês nas páginas dos livros! Mas ler porque querem fazê-lo, porque gostam; ler por obrigação não é nenhuma delícia, claro.

Aprende-se muito sem dar por isso (= "sin darse cuenta") e ainda por cima viaja-se de borla, quer dizer, grátis, a lugares nunca conhecidos e dos quais ficará alguma coisa na memória.

Alguém sabe que livro estará a ler esta menina? Uma pista: o autor é francês. Atenção: quero o título do livro em português!  (Já sabem que podem escrever em baixo nos "Comentários")




terça-feira, 18 de outubro de 2011

Umas meninas de S. Tomé e Príncipe




Umas meninas de São Tomé e Principe, pequeno país africano que foi colónia portuguesa. É por isso que o português é língua oficial nele. Para que saibam melhor onde é que fica exatamente este país, lá vai um mapa.

As fotografias são de Anthony Asael.



sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Vasco da Gama - TPC para 2º D


Visto que perdemos um dia de aulas no passado dia 12, um pouco de cultura portuguesa para a próxima segunda-feira.

Quem quiser, pode entregar-me escritas à mão, insisto, à mão, umas poucas linhas sobre Vasco da Gama. Quem foi, quando viveu, porque é que é importante esta figura na história de Portugal...

Quem entregar este breve trabalho no dia 17 será recompensado conforme o esforço. Não digo mais.





Que boas cores!

Fotografia de Mauro Heinrich

Já viram que boas cores tem esta menina brasileira?

Aos saltos




quinta-feira, 13 de outubro de 2011

O 'kanji' para a palavra Japão



Reparem como é que se escreve Japão em japonês.


Os kanji (漢字) são caracteres da língua japonesa com origem de caracteres chineses.





terça-feira, 11 de outubro de 2011

Os rios ibéricos (1): o Guadiana

O Guadiana em terras extremenhas (Cheles)


O Guadiana em terras portuguesas (Juromenha)


Os rios Douro, Tejo e Guadiana, rios ibéricos, são denominados também internacionais porque pertencem a dois países. Nascem em Espanha mas desembocam em Portugal. Fica tudo, pois, na Península Ibérica.

Dois deles entram em terras portuguesas pela nossa Comunidade. O Tajo passa a ser Tejo na vila de Cedillo (Cáceres) e o Guadiana continua a ser Guadiana depois de entrar em Portugal na antiga vila portuguesa de Olivença, hoje na província de Badajoz.


Vamos começar pelo rio que nos fica mais perto, o Guadiana.

O Guadiana nasce a uma altitude de cerca de 1700 m, nas lagoas de Ruidera, na província espanhola de Ciudad Real, renasce nos Ojos del Guadiana e desagua no oceano Atlântico, entre a cidade portuguesa de Vila Real de Santo António e a espanhola de Ayamonte. Incluindo o trajeto submerso, o Guadiana percorre uma distância total de 818 km, 578 deles em território espanhol, 140 km em território português e 100 km correspondem a zona fronteiriça.

Os romanos chamavam-lhe Anas, ao que os mouros juntaram uádi (a palavra árabe para "rio") sendo então o Uádi Ana, passando ao português como Ouadiana e, mais tarde ainda para Odiana, forma vernácula que perdurou até ao século XVIII. Desde o XVI porém, que, por influência castelhana, foi ganhando terreno a forma Guadiana (cognata de outros nomes árabes designando rios e que passaram ao castelhano com a forma inicial guad, como Guadalquivir, Guadalete, Guadalajara ou Guadarrama), hoje comummente utilizada pelas populações de ambos os lados da fronteira.

O Guadiana é navegável até Mértola numa distância de 68 km.

No seu curso português foi construída a Barragem do Alqueva, na região do Alentejo, que criou o maior lago artificial da Europa. A cauda da barragem entra bem em terras extremenhas. Sabiam que em Cheles podemos subir a um barco e fazer um passeio pelo Guadiana?


Podem dar uma vista de olhos nesta ligação.


(Adaptado da Wikipedia em português e em espanhol)


segunda-feira, 10 de outubro de 2011

É brincadeira!


Vão aprender o significado de uma palavra: brincadeira. Em espanhol dizemos "broma". É claro que o dono deste cãozinho não vai comer este cachorro quente!  Ele está a brincar.

Reparem como ele é pequenino!

Esqueci-me de apontar o nome do autor da fotografia.




quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Os três estudantes e o soldado

 Um paio de carne de porco


Era uma vez três estudantes, que iam para casa das famílias passar as férias. Seguiam pelo mesmo caminho e encontrando um lobo morto disse um deles: “Aquele que fizer o verso mais bem feito a este lobo, come o jantar sem pagar”.

– Está dito! – responderam os outros dois, e um deles começou:

Este lobo, quando no mundo andou,
quanto comeu, nada pagou.

Disse o outro estudante:

Este lobo, quando era vivo,
tudo comeu cru e nada cozido.

O terceiro respondeu:

Este lobo, quando dormiu a sesta,
nunca dormiu uma como esta.

Depois de dizerem os versos começaram a discutir, porque todos três queriam que o seu fosse o melhor.

Nisto passou um soldado, e eles chamaram-no dizendo-lhe: “Olá, camarada! Há-de dizer-nos qual dos versos é melhor, para sabermos qual de nós há-de comer o jantar sem pagar”, e repetiram os versos. Depois de acabarem, disse o soldado: “Estão todos muito bem feitos. Paguem os senhores todos três o jantar e comamo-lo todos quatro”. “Pois sim!” disseram os estudantes, mas zangados por se verem logrados por um soldado, combinaram entre si que haviam de zombar dele. Chegaram a uma hospedaria e mandaram fazer jantar para todos quatro, mas em particular disseram à dona da hospedaria, que cozesse um paio e o pusesse na mesa partido em três partes iguais. Depois disto sentaram-se todos quatro à mesa, e um dos estudantes espetou o garfo num dos bocados do paio e disse:

Em nome do Padre...
este me cabe!

O segundo fez o mesmo, dizendo:

Em nome do Filho...
este comigo!

O soldado vendo um só bocado no prato, agarrou-o, gritando:

Em nome do Espirito Santo...
antes que fique em branco!

E deste modo foi ele quem logrou (= "burló") os três espertalhões.



terça-feira, 4 de outubro de 2011

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Um pisco de peito ruivo

Fotografia de O Jumento (Flickr)

Embora os passarinhos da Península Ibérica não tenham umas cores tão variadas e garridas como as dos primos brasileiros, encontramos exemplares tão lindos como este pisco de peito ruivo (Erithacus rubecula é o nome científico dele em latim), fotografado em Lisboa.

Alguém sabe o nome deste pássaro em espanhol?

Mais dois tucanos

 Fotografia de Rosa Gambóias


Vejam que ave tão curiosa. Lembram-se dela (vimos aqui)? Chama-se tucano (em espanhol é "tucán") e vive nas florestas da América Central e América do Sul. Viram que grande bico ele tem? E há uma grande variedade deles, como podem comprovar um pouco por estas fotografias.

Fotografia de Vanildo Cardoso